Cuidados com o Celular


Como ter mais cuidados com o celular

    

    
A verdade é que muitos usam celulares, mas a grande maioria não faz ideia de como ter cuidados com o celular de forma eficiente, por isso desenvolvemos este blog, após algumas consultas na internet, e vamos tratar desse assunto com seriedade.

Particularmente, já vi muitos celulares caírem no chão, na água, enfim, são tantas quedas que parece que as pessoas não gostam muito dos celulares.

E nos últimos anos disparou o preço de celulares por aqui. 

Ao fazer uma pesquisa no Google por preço de iPhone 8 Apple, Xperia Z5, Moto X Force, Galaxy S6, smartphones do momento, podemos até encontrar preços variados, podemos encontrar valores de R$ 1.200,00, como também acima dos R$ 3.00,00.

Então, vamos as dicas de cuidados com o celular:


1. Banheiro não é lugar para celular.



Sabemos que num banheiro há uma quantidade enorme de bactérias, além disso, a probabilidade do celular cair no chão, no vaso ou na água é grande, por isso este local é um dos principais responsáveis pela perda de celulares.

E na hora do banho a cousa se complica, pois por se tratar de um ambiente úmido pode haver corrosão nos circuitos eletrônicos, entre outros.

2. Procure conservar o aparelho distante de lugares com poeiras e de locais sujos.



Tentar limpar o seu celular, de forma incorreta, pode riscá-lo, ou fazer com que crostas de sujeira fiquem se acumulando em certos componentes interno do aparelho. E são desagradáveis as consequências.

3. Não complique na hora da limpeza



Os componentes eletrônicos são muito sensíveis à umidade, por isso o conselho dos seus fabricantes é de que a limpeza seja feita apenas por um pano seco, mas a verdade é que isso não higieniza NADA!

Vamos criar o hábito de limpar o celular com frequência?!

Bom, a limpeza é um item muito importante, mas esse procedimento não vai influenciar no desempenho do aparelho, apenas torna-lo limpo. O material do smartphone pode vir a ser danificado se o usuário deixa-lo “encardido”.

Passar pano seco em celular é definitivamente lustrar as “bactérias”.

Segundo o biomédico Roberto Martins Figueiredo, o famoso “Dr. Bactéria”, o celular tem mais bactéria do que na sola do sapato. E tem gente que faz as suas refeições manuseando com esse equipamento.

Para realizar uma limpeza semanal, de forma eficiente, temos três opções a seguir:

Em casas de materiais eletrônicos são vendidos o álcool isopropílico, este deve ser usado para embeber o pano, torça-o bem e, logo em seguida, passe na tela do seu celular, fazendo isso o seu aparelho fica limpo e longe das temidas bactérias. 

Esse álcool não danifica o painel touch do aparelho, porém não dever ser confundido com aquele álcool etílico, muito utilizado para acender churrasqueira, pois este simplesmente detona a tela e seu celular.

Não encontrou o álcool isopropílico?! Calma, temos outra opção, basta ir numa farmácia, supermercado, ou loja que vendam artigos para bebês, compre aqueles lenços de papel para limpar o bumbum do neném, este pode ser usado na limpeza semanal do celular.

A terceira opção, caso não encontre nenhum desses itens, é fazer uso do álcool iodado, substância química que os hospitais utilizam para limpeza de feridas, pois neles encontramos certa quantidade de álcool isopropílico, embora seja bastante difícil de conseguir para uso doméstico. 

4. Deixe o seu celular longe de ambientes muito quentes ou muito frios.  



A temperatura ideal para que o seu aparelho esteja operando varia entre 15ºC e 30ºC, pois ao exceder esse clima no ambiente pode prejudicar e até mesmo danificar o seu celular, de forma definitiva.

5. Evite colocar outros objetos no mesmo bolso do celular.



Infelizmente, são muitos os que misturam vários objetos dentro do mesmo bolso que leva o celular. Moedas, chaves, chaveiros, e demais objetos similares, podem arranhar o seu aparelho ou trincar a tela do dispositivo. 

Normalmente, muitas mulheres acabam levando o seu celular dentro da bolsa, e para elas também fica a dica. É necessário ter mais cuidados com o celular em relação a perfumes, kits de beleza em geral, pois estes produtos podem vazar e danificar o seu equipamento. 

6. Redobre a sua atenção na praia



Ir à praia é muito bom, melhor quando vamos com a nossa família, mas é um ambiente inóspito ao celular, pois há muitos perigos para a maioria dos dispositivos eletrônicos. Areia, calor, sol, água e também a maresia. Dê preferência ao uso de capinha, e na sombra bem fresca, para o seu aparelho.
De preferência aquelas capinhas do tipo “meia”, pois elas cobrem o aparelho por completo, protegendo-o da maresia e da areia.

7. Previna-se contra quedas e batidas no celular.



Os aparelhos saem de fábrica, podendo suportar pequenos impactos, como quedas e batidas. Contudo, dependendo desse acidente, podem ocorrer diversas avarias, como riscar ou trincar a tela do celular, danos a bateria, podem deslocar alguns circuitos interno, etc.

8. Fique atento nas práticas desportivas.



Água e suor podem oxidar componentes eletrônicos do celular, por isso ao realizar os seus exercícios físicos evite contato entre a sua pele e o aparelho. Neste caso, o ideal seria não portar o equipamento, mas se for necessário tome suas devidas precauções para evitar esse contato.

9. Evite caminhar com o celular em sua mão



Andar com o celular na mão é no mínimo estar desatento, propício a furtos e roubos, além disso, há grande possibilidade do equipamento cair no chão, bem maior do que se estivesse no bolso, numa capinha ou numa bolsa, além do mais a mão acaba aquecendo o aparelho.

10. O celular caiu na água, o que eu devo fazer?



Após retirá-lo da água, a primeira providência é remover a bateria. A outra atitude, também muito importante, é a de procurar ficar calmo, pois cabeça quente não resolver o problema.

O uso de secador de secador de cabelos ou algo similar, assim como passar pano seco, algodão, papel toalha, não vão deixar o seu aparelho novo outra vez. O uso desses meios pode até retirar a umidade superficial, mas o que realmente preocupa é a parte interno do equipamento.

A recomendação nesse caso é a de mergulhar o celular dentro de um recipiente, contendo certa quantidade de arroz, deixando perdurar por alguns dias. O arroz tem certa propriedade capaz de absorver a umidade, bem como vai auxiliar na secagem dos componentes interno do aparelho.

Nos últimos anos disparou o preço de celulares por aqui. Ao fazer uma pesquisa no Google por preço de iPhone 8 Apple, Xperia Z5, Moto X Force, Galaxy S6, smartphones do momento, podemos até encontrar preços variados, podemos encontrar valores de R$ 1.200,00, como também acima dos R$ 3.00,00.

Outras dicas de cuidados com o celular: 


O uso de capinhas



Para aumentar a durabilidade do seu celular, utilizar capas protetoras vai ajudar na proteção do equipamento. Sabemos que nessa agitação toda, derrubar celular no chão é uma pratica bastante comum, e estando o smartphone desprotegido, a chance de avarias nele são grandes.

Para evitar prejuízos, crie o hábito de conservar o seu celular em capinhas, não procure problemas para o seu bolso, melhor prevenir e ter mais cuidado com o seu smartphone.

Películas em celular



A aplicação de películas na tela do celular pode ser um cuidado a mais, além de trazer aquele aspecto de novo, uma proteção contra quedas, arranhões ou até mesmo o trincar do vidro. 

Esse tipo de protetor vai corroborar no funcionamento satisfatório do touch screen, pois evita que o display sofra avarias no contato com água de água, chaveiros, moedas, chaves, etc.

Um celular mal cuidado, além da estética, traseira e laterais arranhados e descascados, que diminuem a vida útil do aparelho, vai provocar também a desvalorização do seu equipamento.

Procure não usar toda a capacidade da memória do smartphone.



Para evitar aborrecimentos, procure deixar um espaço de 2gb livre em seu smartphone de 16 GB, isso vai evitar que o celular trave durante a sua operação.

Uma solução encontrada para quem gostar de manter muitos arquivos, além do limite permitido, seria o uso de um cartão de memória MicroSD, armazenar essas informações em outro gadget vai evitar que o celular engasgue, fique “pesado”, sem fluidez, etc.

O telefone celular não é um brinquedo.



Criança começa a fazer bagunça, chorar e tirar a paciências dos adultos, pronto a solução encontrada para acalmá-la é dar um celular em suas mãos, mas essa prática pode acarretar em vários prejuízos, como quedas, arranhões, e até mesmo cair a baba na aparelho, que pode trazer  infiltração e umidade principalmente nas partes internas do aparelho.

Criança chorar faz parte da vida, mas é bom evitar dar um celular nas mãos de criança, pois vai evitar dissabores.

Não jogue o celular.



Resumindo em poucas palavras, não arremesse o celular, entregue nas mãos de quem você deseja fazê-lo, isso vai evitar que o aparelho caia no chão e fique danificado.

Fique de olhos abertos contra roubos, furtos e perdas.



Aprenda a vigiar mais, guarde o seu celular em local seguro e sempre com a sua supervisão, para evitar esses males.

Na hora da raiva, seja qual for o motivo, muitos fazem do celular o seu pior inimigo, pois a primeira cousa que vem a mente é jogá-lo com gosto no chão, na parede e o pior até contra alguém. 

Controle a sua raiva, pois ela vai passar, mas a garantia não cobre esse tipo de falta de cuidados com o celular



Processamento lento, além do previsto, tela trincada ou quebrada, celular que desliga de forma involuntária, são inúmeros os problemas que podem ocorrer em seu smartphone, e alguns deles não tem a cobertura da garantia.

De um modo em geral, as garantias do produto são para pequenos defeitos, quem vem de fábrica, como falhas no software, ou algum componente interno que já veio com defeito.

Portanto, os itens a seguir não terão garantia:

a) O desgaste natural devido ao seu uso;

b) Infiltrações provocadas por líquidos de um forma geral;

c) Avarias no aparelho;

d) Instalações feitas de maneira incorreta;

e) O uso de acessórios não originais que provocaram danos no aparelho;

f) Avarias provocadas por fenômenos da Natureza, e

g) Reparos efetuados por assistências não autorizadas.

Defeitos como um aparelho que armazena dados com incorreções, processador que esquenta fora do normal, equipamento que desliga sozinho, há grande chance da garantia cobrir essas panes. 

A fabricante orienta que o usuário não abra o telemóvel, fins resolverem o problema, pois vai ser inspecionado se houve ou não maus cuidados com o celular

Tomando como exemplo o iPhone 4, da Apple, em caso de avarias por queda do aparelho, a assistência técnica autorizada vai cobrar algo em torno de uns R$ 450,00, porém o usuário recebe outro celular, de caráter provisório, por uns 5 dias, prazo para conserto do aparelho. 

Em se tratando do Galaxy S4 também ocorre o pagamento quando há uma rachadura na tela.

Postagens Populares

Newsletter

Popular